Imigrações

Pesquisando um fenômeno relacionado ao aumento relativo da população no período entre 1890 e 1930, descobri uma questão que já havia passado e não interpretado. Sabia da imigração de alemães para colônias em alguns locais, inclusive Santo Amaro (hoje, bairro da cidade de São Paulo) durante o período imperial. Ou seja, a minha dúvida da substituição dos funcionários escravos por imigrantes, coisa que parece ser tão obvia, não foi bem assim. Pois havia imigração já antes mesmo do Brasil Imperial, já em 1817. Caso da colonização de suíços, radicados no Brasil na região serrana do Rio de Janeiro. Esta população daria origem à Nova Friburgo, primeira colonização não-lusitana no Brasil.

Havia outros interesses além deste, como dar solução ao despovoamento do interior e a fragilidade demográfica do Sul ante a ameaça argentina. Para se ter uma idéia, a leva imigratória trouxe ao Brasil, entre 1819 e 1959, cerca de 1,6 milhões de italianos, 694 mil espanhóis, 257 mil alemães e 222 mil japoneses. Embora este número possa ser expressivo, o Brasil entre os paises americanos foi o de menor volume de imigrantes, sendo estes números muitos menores aos direcionados para Argentina, Estados Unidos e Canadá.

Comentários

André Lasak disse…
Interessante, isso! :D

ABRAÇÃO!

Postagens mais visitadas