agosto 24, 2009

A Rosa

De seu perfume
Nasce a mescla
O sonho de voar
Sobre a terra, a água e o mar

Num dia sem fim
Que tende a terminar
Sempre antes do que deveria
Para que a saudade cresça

E faça parecer que tudo,
Tudo possa acontecer
De novo um dia
Como da primeira vez
O seu sorriso

Um comentário:

onzepalavras.com disse...

Ficou bonito o teu poema Ludo. Palavras simples, uma composição fácil e uma idéia acessível. O simples é o mais difícil.