Elevado Arthur da Costa e Silva

Se há uma homenagem bem feita a alguém é a da via elevada Arthur da Costa e Silva, o popular “Minhocão”. Uma porcaria de presidente para homenagear uma porcaria de elevado. Não tenho palavras para expor a minha indignação para a obra que simplesmente desvalorizou todo um bairro (alguns bairros, diria). Foi bem construída, infelizmente. Poderia ser mais mal construída e ter o mesmo destino que o elevado do Rio de Janeiro, que desabou. Seria muito melhor para a re-qualificação dos bairros pelos quais “azeda”. Não consigo conceber a existência dele como simples via de acesso rápido (nem tão rápido assim) e se sua retirada um “caos” no transito. Se fazendo um bom trabalho de gestão dos fluxos de veículos a sua não existência traria mais benefícios a longo prazo. Se fez boa gestão de fluxo quando da instalação do Shopping Pátio Higienópolis, não seria difícil regular o transito naquela região.

Passamos por Jânio, Erundina (Credo!), Maluf (que logicamente não iria nunca promover sua retirada), Pitta (quem?), Marta, Serra (que fez até um concurso sobre o tema) e Kassab e nada foi feito. Jânio virou a cidade do avesso, iniciando a idéia dos corredores de ônibus. Erundina estava mais preocupada com “o buraco é mais embaixo” que não teve tempo de realizar nada de realmente útil para a urbe Aqui vale dizer que o “Parque Anhangabaú” é, minha opinião, algo que deu errado e precisa de nova reflexão, assim como a “Operação Urbana Centro” inteira. Maluf, esse sim, o autor da porcaria. Num programa do “Casseta e Planeta” (ou era Pânico) foi perguntado qual era sua sensação ao ficar em cima do minhocão... Num programa “Roda Viva”, afirmou que o Minhocão era sua melhor obra. Celso Pitta fez um belíssimo programa, na região do Guarapiranga. Mas a respeito do Minhocão foi mais um Zero. A Marta fez uma limpeza no Minhocão, arrumando a iluminação e dando manutenção à “peça”. Colocou o corredor de ônibus na avenidas abaixo do elevado transformando a aberração numa coisa até viável do ponto de vista funcional. Serra iniciou o concurso para re-qualificação da área e do entorno do Minhocão, que, pra variar, não deu em nada. Kassab, está mais preocupado em retirar a poluição visual da cidade, projeto este iniciado na gestão de Marta Suplicy. Ao menos, a Rua Barão de Itapetininga teve uma reforma bastante significativa, durante sua gestão, onde as diretrizes atuais parecem terem sido testadas. Quem sabe um dia chegaremos á uma gestão parecida com a de Curitiba, afinal, projetos não faltam, como por exemplo o do Largo da Batata, em Pinheiros e do Bairro Novo, na Barra Funda.

Comentários

João Batista disse…
Se tivéssemos algumas centenas de milhões para jogar na lata do lixo poder-se-ia passar de elevado para rebaixado. Quer dizer: túnel! Claro que os túneis sempre têm o fantasma do incêndio. Se um carro pegar fogo, pode ser um caos, pode ser necessário fechar a coisa toda pelo resto do dia. Também pode inundar. Mas estou a falar sem ter a menor idéia da viabilidade da idéia.
Anônimo disse…
pós impressionante. Realmente gostei de ler seus posts.

Postagens mais visitadas