Polônia

Na postagem anterior falei da família por parte de meu pai, oriunda da Ucrânia. Já por parte de minha mãe existe uma tripla descendência: polonesa, austríaca e alemã. Não sei ao certo quando chegaram minhas duas bisavós da Polônia, que eram irmãs. Para ser mais exato, meus avós maternos eram primos. Tanto que meus avós falavam o polonês. Minha avó nasceu em Porto União, estado de Santa Catarina, e meu avô era de Cruz Machado, mesma cidade de meus bisavós paternos, no estado do Paraná.

Tenho recolhido informações de sua chegada aqui no Brasil, mas ainda há dúvida do porto que saiu da Europa. Tanto a Polônia quanto a Ucrânia estavam na eminência de guerra, Primeira Guerra Mundial e Revolução Russa, então as condições de trabalho estavam muito ruins, assim sendo minhas bisavós saíram da Polônia em direção à Alemanha, ainda não sei bem os motivos, já que os depoimentos são contraditórios. Mas uma questão é certa: uma delas casou-se com um austríaco e a outra com um alemão. Vindo para o Brasil posteriormente.

Meus bisavós maternos, por parte “austro-polonesa”, eram do ramo de padarias. Tiveram algumas, nas cidades em que moraram. Minha avó materna, também nascida em solo brasileiro, em 1929, morou por quase toda juventude no interior do estado de São Paulo, somente mudando para o Paraná quando resolveu se casar com meu avô, seu primo. Tem uma historia toda engraçada no meio disso, porém eles não puderam se casar na igreja católica, pois necessitaria de uma autorização expressa do Papa.

Comentários

Postagens mais visitadas