Uma balada ao amanhecer...

Hoje acordei escutando uma música da Fergie, tocando na televisão. Não me era estranha sua melodia, mesmo tendo total certeza que desconheço a carreira da cantora. O que me chamou a atenção foi sua letra, um tanto romântica e sem graça, porém com alguns detalhes que gostei, como esta parte:

(...) The path that I'm walking, I must go alone
I must take the baby steps til I'm full grown,full grown
Fairy tales don't always have a happy ending do they
And I forseek the dark ahead if I stay (...)

Big Girls Don´t Cry - Fergie (2006)

Engraçado que a letra me parece meio desconexa. Mas ao mesmo tempo a melodia parece tão familiar. Ontem escrevi sobre Madonna, lembrar de Fergie hoje é até interessante. Lembro de ter falado que o melhor do Rock in Rio Lisboa era ela e a Ivete Sangalo... (aqui e aqui).

Bem, mal posso falar da carreira de Fergie, mal conheço também o Black Eyed Peas, porém parece ser interessante, do ponto de vista melódico. Não sei se compraria um disco deles. Mas me parece ser muito melhor a ouvir outras músicas “eletrônicas”, e uma afirmação: Fergie realmente canta e encanta...

Comentários

Postagens mais visitadas