Eu recomendo!

Sempre trato aqui de falar sobre caminhos. Falo sobre como alguma coisa, alguém, alguma idéia pode influenciar a tomada de decisões, ou como, em linguagem menos acadêmica, possa ter iluminado os caminhos de alguém ou mesmo os meus. No fundo são reconhecimentos de caminhos tomados. De decisões tomadas. Da formação intelectual individual.

A respeito do livro de Rodrigo Constantino, Uma Luz na Escuridão, recentemente lançado, o que mais poderia escrever é que é um caminho. Um caminho como outros que já comentei por aqui. Outro dia no programa de rádio Café Colombo, Constantino questionado se este livro era sua formação, respondeu que em parte sim, se tratava de muitos autores que foram suas influencias. Outra parte seria uma metodologia de estudo, onde sempre faz apontamentos ao término da leitura de livros. Uma Luz na Escuridão trata de uma coletânea de artigos e resenhas sobre mais de setenta autores, entre liberais e livres pensadores. A idéia não é substituir a obra original desses autores, mas, segundo palavras do próprio Constantino, é o incentivo e a divulgação desses autores. É um livro que eu nem precisaria recomendar, pois sua natureza já o faz uma boa obra de referencia e consulta.

Constantino em recente artigo, trata de falar sobre decisões que tomamos na vida e sobre como defender suas idéias. Já leio seus artigos há certo tempo e muito me agradam. Como falou também a respeito, no já citado programa de rádio, muitos desses artigos reunidos não são inéditos. Mas é sempre bom reunir estes fragmentos que acabam ficando espalhados por aí. Um ótimo livro e espero que esta minha dica seja de boa utilidade.

Observação:

É bom sempre deixar claro que não conheço Rodrigo Constantino pessoalmente e que tive contato com seus textos inicialmente no site Mídia Sem Máscara e depois por seu blog. Sobre suas opiniões a respeito das religiões eu me abstenho de falar. Primeiro por não ter o que falar sobre o tema; não é um tema regular de minhas postagens. Segundo por este livro não tratar sobre tema. E terceiro, também isso não me interessa.

Comentários

Postagens mais visitadas